domingo, 19 de fevereiro de 2012

Catequese, casa de iniciação à Vida Cristã

Ao longo da história da salvação Deus se comunica com o ser humano, e este por sua vez, responde com a sua fé. Deus dá testemunho de si mesmo, pela palavra comunica-se ao homem. O escutar indica a primeira atitude do homem ante a comunicação de Deus, e assim a palavra ouvida deve ser assimilada pela fé, numa entrega de todo o ser, como o fizeram diversas figuras bíblicas, Abraão, Isaac, Jacó, Moisés etc.

Percebemos, portanto, que esta comunicação de Deus é essencialmente interpessoal, pois antes que manifestação de alguma coisa é manifestação de Alguém a alguém. Nesta relação entre Deus e o homem, o pecado será recusar-se a escutar, não responder aos apelos do Senhor, endurecer o coração.

Nesta perspectiva, a catequese tem uma fundamental importância, deve fazer ecoar a Palavra de Deus, e fazer o homem enxergar a realidade a partir da interioridade. Por isso, a necessidade de uma catequese bem organizada, que respeite as exigências e os limites de cada destinatário. Pois a tarefa da catequese é despertar a conversão até um amadurecimento da fé. Para isso, a Bíblia meditada é de suma importância, pois ela ao ser comunicada deve levar aquele que escuta a uma experiência com o Cristo.

Portanto, nossa catequese deve ser uma verdadeira e autentica experiência com a Pessoa de Jesus Cristo. E assim deixar que ele se manifeste em nossas atitudes e palavras. Mas para isso, é preciso desenvolver, em nossas comunidades, um processo de iniciação à vida cristã que conduza a um encontro pessoal e prazeroso com O Cristo., ou seja, nos tornarmos uma Igreja, casa da Iniciação à vida cristã.

Pe. Alixandre Soares
Coordenador Diocesano

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CADASTRE AQUI SEU EMAIL E RECEBA NOSSAS NOVIDADES