domingo, 17 de junho de 2012

Trabalho da Comissão Bíblico-Catequética da Diocese de Cajazeiras tem destaque Nacional


O Cadastro Nacional de Catequistas tem servido para aprimorar os trabalhos da Comissão Nacional, dos Regionais e Dioceses, servindo de base para novos rumos. O Blog Catequese e Bíblia entrevistou o Pe. Franciarley Duarte de Sousa, 32, Coordenador da Comissão Diocesana de Animação Bíblico-Catequética da Diocese de Cajazeiras que vem se destacando a nível nacional pela boa articulação no processo de cadastramento dos catequistas.

O Regional Nordeste 2 vem se destacando em nível nacional por alguns trabalhos que vem realizando. E agora mais uma vez torna-se destaque com a diocese de Cajazeiras sendo a primeira diocese no país a superar os 1000 catequistas cadastrados. Como foi a estrutura e dinâmica que a sua diocese utilizou para atingir esse número? E que trabalho é esse que seu regional está realizando?

Como sabemos que os meios de comunicação são falhos, e que nem todos tem internet em casa, achamos por bem tirar cópia do material, ou seja, a ficha e entregar nas paróquias, em algumas diretamente ao Padre, em outras ao coordenador paroquial de catequese. Junto a um bloco de 20 ou 30 cópias da ficha para cada paróquia, anexamos uma carta com uma data limite escolhida pela Comissão Diocesana e o endereço de minha Paróquia para a devolução das fichas. Devido a isto, estamos recebendo com muita rapidez as respostas. O Regional, por sua vez, com sua nova coordenação está nos motivando muito, sua dedicação nos impulsiona a também assumirmos essa empreitada com entusiasmo.

Quantas paróquias fazem parte de sua diocese?

Atualmente nossa Diocese é composta por 54 paróquias e 07 áreas pastorais, subdivididas em 06 zonais.

Quem está ajudando nesse processo de cadastramento?

Nossa comissão está em fase de composição, temos poucos membros ainda. Elegemos uma assessora de comunicação: Maria Almeida, que ficou responsável para receber as cópias da ficha e fazer o cadastro via internet e está assumindo com muita dedicação.

O senhor tirou 2000 mil cópias da ficha de cadastro e foi em cada paróquia entregar a ficha ao pároco e ao coordenador paroquial. Como surgiu essa ideia?

Tendo em vista que, nem todos tem acesso à internet e nem todos recebem um acompanhamento direto em sua Paróquia, resolvemos fazer cópias, e reservei um final de semana e sai de paróquia em paróquia fazendo as entregas e falando da urgência e importância desse cadastro para a CNBB e também para nossa Diocese.

Quais as maiores dificuldades enfrentadas pela comissão diocesana?

Podemos destacar duas: encontrar pessoas disponíveis para integrar a comissão e conseguir reunir todas. Para nós que estamos iniciando agora, falta muita experiência.

Sabemos que existem dificuldades de se cadastrar catequistas que não tem acesso à internet. Como surgiu a ideia de cadastrar os catequistas com uma ficha?

Para que pudéssemos ter também em nossa Diocese uma visão geral da quantidade de Catequistas. Esse percentual é muito importante para elaborarmos projetos para o futuro da catequese na Diocese.

Com o objetivo de facilitar ainda mais a comunicação e ajudar as comissões diocesanas a Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-Catequética – CNBB reformulou o cadastro online e irá atualizar e informar aos regionais e dioceses - além da quantidade – o perfil do catequista. O que o senhor acha dessa nova plataforma de cadastro?

Muito bem elaborada, pois assim estamos vendo que a cada dia que passa o valor dado à pessoa do catequista está sendo mais visibilizado.

Quais os projetos da coordenação depois que tiverem os dados deste cadastro?

Estamos preparando um arquivo na Diocese e fazendo um trabalho que ainda está em fase de elaboração para o centenário da Diocese em 2014.

Com esse trabalho da Comissão Nacional utilizando o Blog Catequese e Bíblia e para criar uma rede de blogs interligando as paróquias e as dioceses ao regional e este ao nacional o senhor acredita que as informações estão chegando com mais facilidade?

Sem sombra de dúvidas! Esse trabalho está criando entre nós uma aproximação maior, onde encontramos facilidades para tirar dúvidas, pedir sugestões, receber orientações, etc. Parabéns pela missão!

Qual a importância da Comunicação e as novas Mídias Sociais nas Comissões Bíblico-Catequéticas?

É de fundamental importância na sociedade em que vivemos. A agilidade na veiculação de informações, material de formação, atividades realizadas, etc. Isto vem nos motivar e encorajar ainda mais.

Fonte: Blog Catequese e Bíblia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CADASTRE AQUI SEU EMAIL E RECEBA NOSSAS NOVIDADES